Em janeiro, no dia 24, celebramos o dia de São Francisco Sales. Conhecido como o santo da amabilidade, lutou vários anos de sua vida para dominar sua ira e obteve a conversão de muitos. É também o padroeiro dos jornalistas e comunicadores.

São Francisco Sales nasceu no castelo de Sales, na Saboya, em 1567. Aos 10 anos, recebeu a primeira comunhão e confirmação e, desde esse dia, comprometeu-se a visitar frequentemente o Santíssimo Sacramento. Ao longo da história desse santo muito amado, vamos percebendo o quanto ele buscou e o quanto encontrou o que Deus queria.

"A medida de amar a Deus consiste em amá-Lo sem medida." Este ensinamento de São Francisco de Sales talvez possa resumir toda a sua existência, pois ele não foi senão um exemplo vivo de tudo o que ensinava. Estando ele ainda vivo, havia já pessoas devotas que guardavam como relíquias os objetos por ele usados.

Ele soube viver inteiramente o conselho de Nosso Senhor no Evangelho: "Aprendei de Mim, que sou manso e humilde de coração, e achareis descanso para vossas almas" (Mt. 11, 29).

Porém, muitas vezes o sangue lhe subia à cabeça pelas brincadeiras e humilhações. Mas, conseguia se conter de tal maneira que muitos nem imaginavam o seu mau gênio. Diz-se que, depois de sua morte, descobriu-se que sua mesa de trabalho estava toda arranhada por baixo, porque, com seu temperamento forte, preferia arranhar a mesa a responder sem amor e sem mansidão para as pessoas.

Faleceu aos 56 anos de idade, na festa dos Santos Inocentes, em 28 de dezembro de 1622. Seu fígado, devido ao constante esforço para controlar seus ímpetos de cólera, havia-se transformado em pedra. Seu corpo foi encontrado incorrupto 10 anos após seu falecimento.

Devido ao seu estilo e ao conteúdo de seus escritos, foi instituído o patrono dos escritores e jornalistas, e consagrado Santo e Doutor da nossa Igreja.

São Francisco de Sales foi canonizado em 1665. Em 1878, o Papa Pio IX o declarou Doutor da Igreja. São João Bosco adotou o “santo da amabilidade” como patrono de sua congregação e como modelo para o serviço que os salesianos devem oferecer aos jovens.

São João Bosco de tal modo o admirou que o escolheu para patrono da sua congregação. E Santa Joana de Chantal dele dizia: "Era uma imagem viva do Filho de Deus, porque verdadeiramente a ordem e a economia dessa santa alma era toda sobrenatural e divina".

Peçamos a intercessão desse grande santo para que, numa vida devota e vivendo do amor de Deus, possamos percorrer o nosso caminho em busca de DEle.

“O pedido mais importante que devemos fazer a Deus é a união da nossa vontade com a d’Ele”. 

São Francisco de Sales, rogai por nós!

 

Deixe seu comentário

Post relacionados